Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Arrotos são gases – sim, da mesma maneira que os peidos. O ar liberado de seu estômago de modo geral é uma coisa boa, uma vez que significa que seu sistema digestivo está fazendo o seu trabalho. Mas arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
Quanto de arroto é considerado “excessivo”?
Se chega a ser incômodo e acontece três ou mais dias por semana, é hora de conversar com um médico. A primeira coisa que o seu médico fará é perguntar sobre quaisquer hábitos diários que possa estar contribuindo para o problema.
“Aerofasia, ou engolir ar, é de longe a causa mais comum de mega-arrotos”, diz a profissional. É tão comum, na verdade, que você nem percebe que está fazendo. Todo aquele ar engolido fica preso em seu esôfago e estômago e tem que sair de alguma forma.
Mas calma. A aeropasia não significa que você está doente. Ela é uma condição que pode ser resolvida mudando seus comportamentos (como cortar o refrigerante ou mastigar com a boca fechada). O arroto em si raramente é uma doença. Contudo, se ele vem com outros sintomas, pode indica problemas.
Sintomas para ficar atento se arrotar muito
Você começa a vomitar de repente
Arrotos súbitos, quando acompanhados de náusea e muito vômito, podem sinalizar problemas bem sérios. Se você sentir o estômago distendido e dolorido, pode significar um bloqueio ou obstrução intestinal. Nesse caso, você precisa ir para a sala de emergência imediatamente, então busque um pronto-socorro. Pode ser sintoma também de gastroenterite, infecção ou até câncer.
Arrotar muito: inchaço
Um estômago inchado pode acontecer ao engolir muito ar, mas se você estiver extremamente inchada e dolorida, pode ser outro sintoma de uma obstrução. Se os métodos normais não aliviam ou se você começar a vomitar, vá ao médico imediatamente.
Contudo, o inchaço em si também nem sempre é grave – também pode acontecer com a síndrome do intestino irritável e a intolerância à lactose, duas outras condições que causam arrotos.
Arrotar muito: dor forte nas costelas
Hérnias de hiato – uma condição em que o estômago se projeta no esôfago – podem causar arrotos recorrentes. Por si só, uma hérnia hiatal não é uma emergência, mas pode ser muito desconfortável.
Há também o risco de que a hérnia se torne “estrangulada” – quando ela corta o suprimento de sangue para o resto do abdômen, segundo a Harvard Health Publishing. Uma hérnia hiatal estrangulada requer cirurgia de emergência e pode ser fatal se não for tratada.
Sua garganta está pegando fogo
Se junto com o arroto você sente um gosto de ácido estomacal (sabor de vômito) e queimação no peito, pode ter refluxo gastroesofágico. É caso de procurar tratamento, porque não é nada bom para seu esôfago ter refluxo ácido frequente.”
Você está perdendo peso sem tentar
Perder peso rapidamente, juntamente com arrotos, é outro sinal de um bloqueio intestinal. Emagrecer lentamente, no entanto, e quando você não está necessariamente tentando, pode significar que você não está digerindo sua comida corretamente.
O médico irá investigar possíveis problemas como alergias alimentares, síndrome do intestino irritável ou doença de Crohn. Em casos mais raros, arrotos combinados com perda de peso podem ser um sinal de câncer de estômago.
Seu intestino não está funcionando como deveria
Quando ocorre o arroto com outros problemas gastrointestinais, incluindo diarreia, constipação e gases, pode indicar uma condição subjacente como síndrome do intestino irritável, intolerância à lactose ou sensibilidades alimentares.

Fonte: gooutside.com.br