Sinteam vai denunciar risco de contaminação em massa nas escolas de Manaus

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) vai apresentar denúncia ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM) quanto ao risco de contaminação em massa nas escolas da rede pública estadual de Manaus, que retomaram as aulas presenciais na última segunda-feira (10). O Sinteam deve protocolar a denúncia nesta quarta-feira (12).
A iniciativa do Sindicato ocorre após a confirmação de um caso de professora infectada pela Covid-19, que deu aula na última segunda-feira na Escola Estadual Maria Vaz D’Oliveira, localizada no Manôa, zona Norte de Manaus. As aulas na unidade chegaram a ser suspensas na terça-feira (11), mas já foram retomadas hoje após sanitização do local. Segundo a direção do colégio, a professora não apresentava sintomas.
O Sinteam afirma que mais três casos de professores infectados pelo novo coronavírus foram registrados e devido a isto existe o risco de contaminação em massa dentro das escolas estaduais em Manaus.
Na manhã desta quarta-feira, pais e alunos foram surpreendidos com a suspensão das aulas em dois colégios da Polícia Militar, no CMPM-V e do CMPM-VIII, localizados nos bairros Flores e Compensa. A direção destas unidades não confirmou se a suspensão das aulas foram causadas pelo registro de casos de Covid-19.
A Secretaria de Estado de Educação e Desporto já explicou que em caso de surgirem infectados pela Covid-19, as escolas passarão por nova sanitização, seguindo o que determina o protocolo de retorno das aulas.

Fonte:portal do holanda