Jogador de time italiano deixa futebol para estudar em uma universidade da China

Foto: Tutto Reggiana

Estudar negócios em uma universidade na China. Essa foi a justificativa apresentada por Alessandro Spanò, capitão da equipe da Reggiana (Itália) ao anunciar nesta quarta-feira (29) que está se aposentou do futebol.
Spanò foi um dos principais jogadores nesta temporada da Reggiana, que conquistou há uma semana o acesso para a Série B do Campeonato Italiano. No entanto, o zagueiro, de 26 anos de idade, surpreendeu ao anunciar que seguirá um caminho diferente.
“Ganhei uma bolsa de estudos e fui admitido em uma universidade internacional de negócios. É hora de seguir outro caminho, o que me afastará dos campos de futebol. Um novo capítulo desse jogo infinito chamado vida começa. O mundo está me esperando. Talvez eu esteja um pouco louco, mas você precisa seguir seus sonhos”, disse Spanò em uma entrevista coletiva.
O ex-jogador se formou em economia e gestão na Università Telematica Unicusano e foi elogiado pelo ministro do Esporte, Vincenzo Spadafora, que o citou como exemplo. Entretanto, logo depois do acesso com a Reggiana, Spanò ganhou um bolsa de estudos em uma universidade de negócios em Xangai, na China.
A Reggiana foi a segunda colocada da chave B da Série C, atrás somente do Vicenza. Nos playoffs de acesso, o clube venceu o Bari na grande decisão por 1 a 0 .