Manaus retoma as aulas nas escolas privadas com rodízio e divisória em mesas

Imagem: Divulgação/Escola Meu Caminho

As escolas particulares de Manaus retomaram as atividades presenciais na semana passada. Além do protocolo de segurança estabelecido pelo governo do Amazonas, algumas instituições adotaram ações próprias para evitar a propagação do coronavírus.
Entre as ações adotadas estão o uso de divisórias de acrílico nas mesas para atividade em dupla, uso de protetor facial transparente e aulas sem sapato. As aulas nas escolas públicas —estaduais e municipais— ainda não foi autorizada.
Pelas regras do governo estadual, as escolas particulares devem adotar um sistema de rodízio semanal de alunos: metade da turma tem aula presencial, enquanto o restante desenvolve atividades à distância. Na semana seguinte, as turmas invertem as atividades.
As carteiras nas salas de aula precisam estar a uma distância mínima de 1,5 metro entre si. No caso do ensino infantil, a distância mínima deve ser de dois metros.
Os horários de entrada, saída e intervalo devem ser planejados de forma a diminuir aglomerações.
As aulas de educação física ou outras modalidades esportivas oferecidas pelas escolas, não é permitido o contato físico entre os estudantes.
Brinquedotecas, auditórios e salas multimídia permanecem fechados, enquanto as bibliotecas apenas podem emprestar e receber livros —não é permitida leitura no local.
As escolas ainda são obrigadas a oferecer álcool em gel e a medir a temperatura de alunos e profissionais. O uso de máscara também é obrigatório para todos.