Mais quinze pacientes deixam Hospital em Manaus

Foto:Ingrid Anne/Semcom

Quinze pacientes vítimas do Covid-19 deixaram o Hospital Delphina em Manaus. Eles tiveram diagnóstico confirmado de Covid-19, necessitando de assistência médica de média e alta complexidade. Em todo o Estado, 28.780 pessoas já estão recuperadas.
Das 15 altas registradas, três foram da ala infantil l. O pequeno Rodrigo Alves, de apenas 5 anos, foi um dos pacientes que voltou para casa após nove dias internado na unidade de saúde. Ao sair, a mãe, Rejane dos Santos, agradeceu à equipe pelos cuidados com a criança.
“Tenho muito a agradecer, desde o pessoal da nutrição, que servia tudo que meu filho falou que gostava de comer. Fomos muito bem atendidos pela doutora, pelas enfermeiras, todos deram um cuidado muito especial ao meu filho. Só peço a Deus que fortaleça elas, dando saúde para elas cuidarem das crianças que precisam também”, disse.
O “corredor da vitória”, momento de comemoração para os pacientes que venceram a Covid-19 e para os profissionais de saúde, ganhou ainda um novo elemento: música, interpretada pelo médico Henrique Rego. Após avaliar que o som não incomodaria os pacientes no andar, a equipe incorporou, além das palmas, canto e o som do ukulele para celebrar a recuperação dos pacientes.
Ao todo, 223 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus já tiveram alta do Hospital Delphina Aziz desde 27 de março. A unidade de saúde é referência para casos graves da doença. Desde o início da pandemia, o Governo do Estado, com apoio do Governo Federal, fez investimentos para ampliar a capacidade de atendimento na unidade de saúde. O número de leitos teve aumento de 166,7%. Antes, o hospital contava com 132 leitos, dos quais 50 eram de UTI, e atualmente são 350 leitos, entre clínicos e de terapia intensiva.