Equipe de saúde intercepta ônibus vindo de RO, com passageira suspeita

0
330

Após circular nas redes sociais, na tarde desta quinta-feira (19), imagem de uma mulher chegando no Terminal Rodoviário de Humaitá, vinda de Porto Velho (RO), suspeita de recentemente ter estado na Inglaterra, a Secretaria Municipal de Saúde acionou uma equipe enfermeiros, que interceptou o ônibus em que a passageira estava e realizou diversos procedimentos, com objetivo de detectar sinais ou sintomas causados pelo coronavírus.
Todos os passageiros que estavam no mesmo ônibus foram orientados para o isolamento social, eles precisam permanecer em casa de 7 a 14 dias, pelo menos. Se sentir febre com tosse e falta de ar, devem procurar uma unidade de saúde.
Casos algum deles manifeste apenas tosse, coriza, mal-estar, ou apenas febre, podem ligar para o telefone (97) 98415-0706, para que sejam orientados pela equipe de saúde.
Números de casos
Até nesta quinta-feira (19), apenas três casos suspeitos foram confirmados na cidade, sendo que um deles, já passou por exames que apresentaram resultados negativos. As outras duas pessoas aguardam resultados dos exames.
Situação de emergência
Em razão da disseminação do novo Corona vírus (2019-nCoV), o prefeito de Humaitá, Herivaneo Vieira de Oliveira, decretou na quarta-feira (18), Situação de Emergência na saúde pública do município, pelo prazo de 90 (noventa) dias em razão da disseminação do novo Corona vírus (2019-nCoV).
No mesmo ato, o chefe do executivo humaitaense também instituiu a criação do Comitê Intersetorial de Enfrentamento e Combate ao COVID-19.
O Decreto (nº 42061/2020) de 16 de março de 2020, considera, entre outras situações, a necessidade de adoção de medidas preliminares e temporárias para evitar a circulação do vírus no município, haja vista, o fácil acesso por rodovias e hidrovias a cidade, o que possibilita um grande trânsito de pessoas, tanto pela área urbana, como rural.
Em razão do decreto, a Secretaria Municipal de Educação paralisou as aulas em todas as escolas municipais, a partir de hoje (19).

DECRETO NA ÍNTEGRA