O escritor e poeta Raimundo Neves é homenageado com a Medalha Álvaro Maia

0
349

O escritor, cronista, poeta e historiador Raimundo Neves de Almeida, falecido há 18 dias, foi homenageado duas vezes na última sexta-feira (14). O primeiro reconhecimento aconteceu no plenário da Câmara de Vereadores de Humaitá, onde, em uma solenidade concorrida e muito emocionante, o maior símbolo da literatura humaitaense recebeu (in memória) a maior comenda concedida pelo legislativo de Humaitá, a Medalha Álvaro Maia.
Criada em 2003, a citada comenda é um reconhecimento público aos relevantes serviços prestados a Humaitá por Raimundo Neves, principalmente, pelos longos anos dedicados ao registro e divulgação da história do município, em diversos estados brasileiros e até fora do país, em locais como Portugal.
A indicação de Raimundo Neves para receber a Medalha Álvaro Maia foi comunicada ainda em vida para ele. A indicação de autoria do vereador Humberto Neves Garcia (Paizinho) contou com o apoio de todos os demais vereadores e foi endossada em diversas manifestações postadas nas redes sociais e outros veículos de comunicação, inclusive nas cidades de Porto Velho e Manaus.
Entre as pessoas que já foram homenageadas com a medalha, estão o ex-vice-governador de São Paulo, Almino Álvares Afonso, os ex-governadores Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes e a freira Irmã Maria Bernardes Fernandes.
O reconhecimento no esporte
O saudoso Raimundo Neves também foi homenageado durante o encerramento do Campeonato Humaitaense de Futsal, quando seu filho, Júlio Sérgio Aires entregou a equipe campeã, na categoria masculino, o troféu que levou o nome do escritor.