População amarra prefeito que não cumpriu promessas, na Bolívia

prefeitopreso

A história pode até parecer de cinema. Javier Delgado, prefeito da pequena cidade boliviana de San Buenaventura, de apenas 8 mil habitantes foi preso pela população. Suas pernas foram presas em um cepo de madeira utilizado para imobilizar animais, comumente usada nesta região da Bolívia.
Imagem publicada no ao jornal El Deber mostra o prefeito rodeado de cachorros vira-latas, fuma um cigarro e ele é observado por alguns habitantes da cidade localizado 1.299 km ao norte da capital La Paz.
Javier Delgado, permaneceu amarrado por quase uma hora em uma armadilha de madeira por não cumprir promessas da candidatura. Segundo os moradores locais, o prefeito tem uma administração ruim.
Delgado explicou ao jornal El Deber na última segunda-feira (26) que ele sentiu “uma profunda tristeza que a população não está informada”, além de ser uma punição “mais do que física, moral”.
Repetição
Não foi a primeira vez que ele sofreu esse tipo de punição incomum, que obedece a antigos costumes locais. Foi a terceira, em apenas dois anos de governo. Ele nega ter feito alguma coisa de errado e se diz perseguido pelos madeireiros endinheirados da cidade, que estariam espalhando “boatos”.
“Foi tudo uma confusão provocada por pessoas que espalharam mentiras com o intuito de revogar meu mandato”, disse o prefeito ao diário El Deber. “Não consegui me defender. O castigo foi definido rapidamente. Só consegui explicar depois. ”
Delgado pertencia ao Movimento ao Socialismo (MAS), do presidente Evo Morales, mas rompeu com o grupo nas últimas eleições. Ele foi reeleito após ter criado um pequeno partido dissidente da legenda governista. Questionado se pretende tomar ações legais contra o castigo, ele disse que não. “Não é culpa da população. É culpa das pessoas que perderam o poder que sempre tiveram. ”
A lei prevê que os moradores “julguem” apenas delitos menores como roubo de gado ou invasão de terras. Os crimes mais graves devem ser encaminhados à Justiça comum. Porém, moradores da área rural costumam ir além e chegam a tomar atitudes extremas, como linchar ladrões.

prefeitopreso2

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*