Humaitá é dos municípios que receberão investimentos da Funasa

AppleMark

Mais de R$ 47,6 milhões serão investido ela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em saneamento básico, no Amazonas. Os recursos são oriundos de convênios firmados com 45 municípios do Estado, em 2017, entre eles, Humaitá, que serão investidos em obras que visam ampliar a oferta de água potável e o tratamento de esgoto.
Do total, R$ 24,7 milhões serão usados na melhoria da qualidade da água. Outros R$ 21,2 milhões em construções de melhorias sanitárias domiciliares, com objetivo de melhorar o controle de doenças e outros agravos ocasionados pela falta ou inadequação das condições de saneamento básico, nos domicílios.
As melhorias são intervenções promovidas nas residências com o objetivo de atender às necessidades básicas de saneamento das famílias, por meio de instalações hidrossanitárias mínimas, relacionadas ao uso da água, à higiene e ao destino adequado dos esgotos domiciliares. 1,6 milhões serão aplicados no enfrentamento ao Aedes aegypti.
Em 2017, o crescimento de repasses da União para a Funasa-AM foi superior a 330% em relação a 2016, provocando o desembolso Federal superior a R$ 47,6 milhões, segundo o superintendente estadual da Funasa no Amazonas, Wenderson Monteiro.
O superintendente comemora o aumento de repasses do governo federal para o Estado, que possibilitou a assinatura de 69 convênios com os 45 municípios. Para ele, o maior desafio da Funasa é viabilizar as prefeituras e os governos estaduais a elaborar projetos que possibilite receber investimentos federais.
“É desafiador ter a acesso a um saneamento de qualidade num estado como o nosso, com dimensões colossais e onde o poder concedente (do serviço de saneamento) quase sempre é o município. Estamos tentando uniformizar e ajudar todos os nossos parceiros na buscar desse objetivo”, afirma Wenderson.
O superintendente afirma que os convênios assinados em 2017 estão sendo acompanhados de perto por técnicos do órgão para que as obras se iniciem o mais rapidamente possível, e que irá trabalhar junto aos municípios para que os recursos conveniados com o governo federal não se percam.

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*