Dicas para mostrar ao seu parceiro o mapa do seu tesão

dicasexo

Como seria bom se os homens seguissem um GPS na hora da transa, para chegar sem erro aos endereços mais explosivo do corpo feminino. Mas você pode dar algumas instruções para indicar o caminho do prazer.
Afinal, para que seu parceiro saiba do que você gosta, é preciso contar. Mas como fazer isso sem ser didática ou cortar o clima?
Para te ajudar a guiar o boy sem parecer o Waze, reunimos aqui dicas de como fazer isso com mais jeitinho:
“Isso é bom demais”
Reações positivas sempre ele tocar um ponto do qual você gosta, acertar a pressão ou o ritmo. Deixe isso bem claro em elogios. Claro que, para não ficar falso, é importante usar a linguagem que você normalmente usa na cama.
Seu corpo fala
A linguagem não-verbal é poderosa e seu corpo pode passar muitas mensagens. Quer que ele te chupe um pouco mais para a esquerda? Mova o quadril nessa direção. Quer que vá mais devagar na penetração? Domine-o, fique por cima e imponha o seu ritmo.
Gemidos caprichados
Voltando ao reforço positivo, mas sem falar. Se ele acertar, use e abuse dos gemidos. Se ele é do tipo que se excita com os sons do prazer, vai adorar e querer repetir o feito para conseguir arrancar gritos de você novamente.
Conduza-o
Às vezes é mais simples e prático mostrar a ele exatamente o que quer. Pegue a mão do cara, coloque na parte do corpo que você quer ser tocada e dite o ritmo. Vai ficar completamente claro que aquele é o jeito que te agrada.
Pedido sensual
Se você quer uma testar posição ou transar de alguma forma diferente, diga. Mas faça isso de maneira provocadora, para deixar seu parceiro com vontade de realizar a sua vontade, ao invés de parecer uma obrigação.
Vale à pena ver de novo
Há um tempo ele fez aquela coisa que foi maravilhosa, mas nunca mais repetiu? Lembre-o disso e de como gostou. Até mesmo fora da cama, vale mandar uma mensagem falando que lembrou daquela vez em que ele puxou seu cabelo e está cheia de tesão só de lembrar. Acha que ele não vai querer repetir a performance?
Se toque!
Não dá para pedir para ele te dar prazer se você não sabe do que gosta. Por isso é muito importante que você se masturbe, se toque e conheça muito bem seu corpo. Afinal, não tem como indicar um caminho se você nunca percorreu antes, certo?
Nada de bronca
Se decidir falar que quer que a transa seja de um jeito ou de outro, lembre-se de nunca fazer isso criticando o jeito que ele fez. Foque sua fala em você e não nele. “Eu gosto disso”, “para mim é uma delícia assim”, funcionam muito melhor do que “o jeito que você fez foi ruim”.

Fontes entrevistadas: Cláudia Graichen, terapeuta de casal especialista em sexualidade; Miriam Barros, psicóloga especialista em terapia familiar.

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*