Publicidade estraga o celular e consome mais bateria?

nokiaA verdadeira propaganda não causaria dano ao seu aparelho. Um anúncio visa vender um determinado produto ou serviço e quer que você, consumidor, tenha uma boa experiência de compra para repeti-la ou indicá-la a conhecidos.
Conseguir isso não é tão simples quanto parece. Profissionais sérios não desperdiçariam a chance de conquistar um cliente usando ferramentas para danificar o smartphone ou descobrir sua senha do Twitter.
Mas existem os malvertising (malicious advertising, em inglês), que são propagandas usadas para conseguir qualquer tipo de informação dos consumidores e espalhar malwares (softwares que roubam dados).
Propaganda gasta bateria?
Um vídeo publicitário consome praticamente a mesma coisa que qualquer outro vídeo de mesma tecnologia, definição e tempo de duração, porque não é o conteúdo, seja publicitário ou não, que gasta a bateria, mas o consumo de energia que ele precisa para ser executado.
O que pode acontecer é que versões gratuitas de aplicativos costumam virar associadas a anúncios, por isso acabam gastando mais bateria.
É possível ainda que além do gasto extra para rodar os anúncios, o celular sofra lentidão por conta de algum malvertising.
A culpa não é do conteúdo publicitário e os apps gratuitos precisam se manter de alguma forma, mas, se você quiser evitar anúncios, pode optar por um adblock, extensão que bloqueia a propaganda. uol

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*