Pistoleiro investigado por dez homicídios é preso em Manaus

pistoleiroPreso por envolvimento em, pelo menos, dez homicídios, Elias de Souza Candido Rodrigues Junior, de 32 anos, o suspeito conhecido como Junior Piorini, é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) por crimes ocorridos em Manaus em 2014 e 2015.
O primeiro crime atribuído a Junior é de um jovem de 19 anos, morto em frente a um bar, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus. Outro caso é de um casal morto no dia 22 de janeiro de 2015, no ramal Bons Amigos.
No terceiro caso, quatro pessoas foram assassinadas e uma adolescente de 17 anos sobreviveu. O caso ocorreu na Comunidade Novo Milênio, no bairro Santa Etelvina.
Ivo Martins, titular da Delegacia de Homicídios, afirmou que o Junior agia por pistolagem e era procurado há dois anos. “Ele nega, mas sabemos que ele foi pessoalmente no crime da Comunidade Novo Milênio. A gente estuda a participação dele em, pelo menos, mais seis homicídios na área do [bairro] Santa eEtelvina, inclusive dois que aconteceram na Avenida Mulateiro em um espaço de 15 dias. O trabalho dele consiste em ir executar as vítimas. Ele recebe uma determinada quantia e vai lá acabar com a vida da vítima, normalmente pessoas com ilícitos penais”, explica.
Elias Junior foi preso na quinta (15), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte da cidade e não quis falar sobre as acusações.
Segundo Martins, Junior também faz adulteração de veículos, inclusive dos usados nos crimes. Ele foi preso em cumprimento de mandado de prisão e irá responder por homicídio em atividade atípica de grupo de extermínio e organização criminosa.

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*