José Aldo encerra carreira no MMA aos 30 anos de idade

josealdoO Campeão interino do peso-pena do Ultimate José Aldo, declarou na terça (27) em entrevista ao programa “Revista Combate”, sua aposentadoria no MMA. A confirmação da luta entre o irlandês Conor McGregor e o americano Eddie Alvarez no UFC 205, em Nova York, no dia 12 de novembro, foi a gota d’água para o brasileiro José Aldo.
As declarações foram motivadas pela negativa de Dana White em liberar Aldo. “Não vamos cancelar o contrato dele. A gente sabe que ele ficou muito emotivo, respeitamos muito o José Aldo, a gente gosta de quem está em volta dele. (…) Vamos conseguir arrumar algo legal para o José também”, afirmou o presidente do UFC em coletiva para promover o UFC Nova York. Suas declarações não convenceram o lutador nascido em Manaus.
“Estou muito tranquilo, conversei desde muito antes que queria encerrar minha carreira aos 30 anos de idade e tomar novos rumos. Eu nunca lutei por dinheiro, queria fazer uma trajetória boa e deixar um legado na categoria. Queria me aposentar como único campeão peso-pena, mas não foi dessa maneira. Sou campeão interino, estou lá em cima, mas estou realmente de saco cheio”, disse.
O Combate informou que José Aldo reforçou o pedido para que o UFC o libere do contrato e afirmou que a questão não tem nada a ver com a parte financeira.
O lutador relembrou ainda que, em 2013, quando queria subir para enfrentar Anthony Pettis, então campeão dos leves, Dana White o avisou que precisaria abrir mão do cinturão dos penas. A situação é parecida com a de Conor McGregor, atual dono do título linear dos penas e que irá desafiar Eddie Alvarez, nos leves, porém, sem abrir mão de seu posto, paralisando a divisão.

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*