Mais um protesto contra Dilma e Lula fecha avenida Djalma Batista, em Manaus

protestoemmaoMais um protesto contra a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil. Pelo menos 250 pessoas, de acordo com estimativa da Polícia Militar, se reuniram, pelo segundo dia consecutivo, na Avenida Djalma Batista, em frente ao Posto 700, na zona centro-sul de Manaus, nesta quinta-feira (17).
Os manifestantes pedem a prisão do ex-presidente, e o impeachment de Dilma Rousseff. “O motivo é a insatisfação com esse governo, é tanta da corrupção, tanta da roubalheira..Se eles não saírem, o Brasil vai cair! Temos que sair de casa para brigar pelo direito que é nosso, fora Dilma, fora Lula, é isso que a gente quer”, afirmou o vigilante Thiago Dias, de 26 anos.
“Não só eu, mas o Brasil está revoltado com tudo que está acontecendo, com todas as injustiças que o PT está fazendo com o nosso País. A gente não pode aceitar o Lula como ministro, porque com isso ele tem foro privilegiado. Todo mundo tem que ir para rua protestar, porque a gente não aguenta mais tanta corrupção”, afirmou a jornalista Wal Lima, de 24 anos.
O protesto terminou por volta das 21h.

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*