Andrade Gutierrez diz ter feito doações ao PT em troca de contratos estatais

Operaçãolavajatoguitier

Em seu acordo de delação premiada, a construtora Andrade Gutierrez revelou que fez doações legais para campanhas do PT em 2014 como pagamento de comissões de contratos firmados com empresas estatais.
A segunda empreiteira do país, segundo o jornal da Folha de São Paul, contou ao Ministério Público que seguiu o mesmo esquema revelado por outras construtoras aos procuradores da Operação Lava Jato. Ou seja, ganhava contratos na Petrobras e também na Eletronuclear e, em troca, pagava comissões ao PT na forma de doações legais no caixa um.
Segundo as investigações da Operação Lava Jato, as maiores empreiteiras do país formaram um cartel e dividiam as obras que cada uma ganharia na Petrobras. Em troca pagariam comissões em formas de doações por meio de caixa um para PT, PMDB e PP.
Os recursos, segundo os depoimentos feitos por executivos da Andrade na delação, eram repassados para o PT para o tesoureiro Joao Vacari, que nega ter recebido este tipo de recursos. Ele esta preso.
De acordo com a reportagem da Folha de São Paulo revelou, a Andrade Gutierrez j havia informado na delação que, no caso da campanha de 2010, ela bancou pagamentos de fornecedores da eleição da presidente Dilma Rousseff. Ou seja, bancou de forma irregular despesas da campanha da petista.
Foi revelado que a construtora pagou R$ 6,1 milhões para a agência Pepper por sérvios prestados naquela eleição de 2010.

Fonte: Folha da Mangaba

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*